Aluguéis residenciais em SP sobem 11,4% em um ano

28/05/2010

Os contratos novos de aluguel residencial em São Paulo tiveram alta de 1,7% em abril em relação a março. No acumulado de 12 meses, o aumento é de 11,4%, segundo a pesquisa mensal de valores de locação residencial, indicador do Secovi-SP.

Segundo nota do Secovi-SP, a elevação dos valores negociados se deve à redução da oferta diante da demanda nos últimos anos.

O levantamento mostra que unidades de três dormitórios registraram os acréscimos mais significativos em abril, de 2,5%. Moradias de dois quartos tiveram comportamento semelhante ao da média observada no estudo sobre o mercado de locação (1,8%), enquanto as habitações de um dormitório apresentaram menor elevação no mês, 1% em comparação aos aluguéis de março.

Garantia
A modalidade de garantia mais utilizada em abril foi o fiador, com quase metade das unidades locadas (49%). O depósito ficou na segunda posição como instrumento garantidor de 31% dos contratos locatícios, seguido pelo seguro-fiança, com 20%.

Casas e os sobrados escoaram mais rapidamente no mês. O período médio para alugar unidade vaga desses tipos de imóvel variou entre 11 e 27 dias, enquanto os apartamentos demoraram um pouco mais: entre 16 e 34 dias, de acordo com o IVL (Índice de Velocidade de Locação), indicador que mede em número de dias quanto tempo demora para ser locado um imóvel vago.

Fonte: O Estado de S. Paulo - www.estadao.com.br

Comentários


Seja o primeiro a comentar.
Comentar

Entre com Facebook

Não tem Facebook?

Entre com seu e-mail e senha