Livro de reclamações de condomínio exige cuidado

01/03/2012

Viver em um condomínio exige saber conviver com os mais diversos tipos de comportamento. Sempre existem, porém, atitudes que podem refletir de forma negativa no dia a dia dos vizinhos.

Para ajudar os moradores a resolverem as pendências internas, existe o livro de queixas do condomínio. Apesar de ser um caminho para resolver os problemas, o condômino deve saber expressar suas insatisfações, já que outros moradores têm acesso ao livro e podem interpretar o texto de diversas formas. “Muitas vezes, o ideal é tentar descrever o incômodo da maneira mais isenta possível, nunca se utilizando de linguagem chula ou de xingamentos”, explicou ao InfoMoney o diretor da Paris Condomínios, José Roberto Iampolsky.

Segundo Iampolsky, uma reclamação mal formulada ou ofensiva pode até gerar processos judiciais. Como exemplo, ele comentou que, recentemente, um condômino expôs um casal de vizinhos no livro de ocorrências e foi obrigado a indenizar os moradores com mais de R$ 10 mil por danos morais.

(da redação, com informações do portal InfoMoney)

Comentários


Seja o primeiro a comentar.
Comentar

Entre com Facebook

Não tem Facebook?

Entre com seu e-mail e senha