Onze se ferem em queda de elevador em Ribeirão Preto

01/04/2010
Onze estudantes ficaram levemente feridos depois da queda do elevador de um prédio residencial, localizado na Rua Amador Bueno, no Centro, na manhã de ontem. A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar as causas, mas há fortes indícios de que o acidente tenha ocorrido por superlotação.

"Vamos checar se eram feitas vistorias no elevador e levantar se houve erro por parte da administração do prédio ou imprudência (dos estudantes)", afirmou o delegado Ricardo Turra, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG).

O edifício tem 15 andares e, de acordo com o tenente Cleber Marcelo de Oliveira, do Corpo de Bombeiros, os adolescentes estavam no 4 andar quando o elevador caiu e parou no segundo subsolo, em uma altura de 18 metros. 

"Não houve o rompimento de nenhum cabo e, por causa disso, não houve uma queda livre. Provavelmente o excesso de peso fez com que o sistema de freio não funcionasse", afirmou. Segundo ele, em outro elevador de mesmo porte do prédio havia uma placa indicando a lotação máxima, de oito pessoas. 

O major Francisco Mango Neto afirmou que não havia uma placa com a mesma informação no elevador que caiu, o que será levantado pela perícia. Os dois elevadores foram interditados e os estudantes foram encaminhados para os hospitais São Francisco, Santa Casa, São Paulo e à Unidade Básica Distrital de Saúde (UBDS) Central. Ninguém da administração do prédio quis falar com a imprensa.

O estudante Guilherme Pastorelli Bonjorno, 17 anos, estava com duas amigas dentro do prédio quando ouviu o elevador cair. "Ouvimos barulhos de correntes e gritos, e descemos para o subsolo para ver o que tinha acontecido", afirmou. Todos os 11 estudantes saíram do elevador sozinhos.

Em maio do ano passado, dois funcionários de uma empresa terceirizada de manutenção morreram enquanto trocavam cabos de um elevador no Condomínio Garagem Everest, no Centro. O equipamento, que estava no 10 andar, caiu numa velocidade de 180 quilômetros em quatro segundos e ambos morreram a caminho do hospital.

Fonte: Gazeta de Ribeirão - www.gazetaderibeirao.com.br

Comentários


Seja o primeiro a comentar.
Comentar

Entre com Facebook

Não tem Facebook?

Entre com seu e-mail e senha